A Arte de Ana Maria Plant

Os Donos da Terra – Pagina 10b

Ibaretama – No jardim de Paraiso

 

A AMAZONIA DE ANA MARIA

 

    Falar de arte de Ana Maria é limitar as variadas sensações que ela transmite, bem como as imensas possibilidades de leituras plásticas e críticas. Melhor não falar. Melhor sentir a força telúrica de seus quadros; deixar-se invadir pela magia tropical que exala de sua pintura extremamente original.

    São esses components que caracterizam a fase atual da artista. Todos os quadros trazem a marca indefectível dessa personalidade atraente. Caminhando sobre of fio da navalha, ela ousa. Os úndios são também suportes para explosões de orquídeas multicoloridas. De uma tela rescende o aroma de frutos exóticos, assim como pode surgir o pássaro típico da Amazônia.

    A temática evidencia a preocupação com a cause indígena , a preservação na natureza, fauna e flora. Ousa, portanto, na medida em que estabelece um limite muito tênue com a ilustração. No entanto, basta dilatar o foco para se dar conta do delicado grafismo que delineia seus selos originalíssimos e, sobretudo, para perceber quanto é denso o seu universo pictórico.

    Na prática, Anamaria une elementos singelos como ilustração e grafismo, para compor uma arte adulta, forte no artesanato e extremamente  rica no cromatismo.

Luiz Galdino

Professor e Escritor 

proxima

index